Redhat divulga relatório de potencial para o Código Livre

Standard

A Redhat e a GEORGIA TECH divulgaram o resultado de uma pesquisa sobre adoção e uso de software livre por país. O Brasil está bem na foto.

Graças a atividade, suporte e incentivo dados pelo governo federal (Serpro, Caixa, Banco do Brasil, Itaipu Binacional… ) e alguns estaduais como o Governo do Paraná, destaque-se os esforços da Celepar, o Brasil aparece bem no mapa com alta atividade. Contudo, se olharmos os dados com mais detalhe, ainda não estamos nem estre os 10.

Os dados levantados nas pesquisas foram usados para criar um índice global de atividade em software livre e de código aberto.  O OPEN SOURCE SOFTWARE POTENTIAL INDEX (OSPI) nesse índice estamos em décimo segundo.  Os dez primeiros são:

  1. França (1.35)
  2. Espanha (1.07)
  3. Alemanha (1.05)
  4. Austrália (1.04)
  5. Finlândia (1.03)
  6. Reino Unido (1.00)
  7. Noruega (0.95)
  8. Estônia (0.89)
  9. USA (0.89)
  10. Dinamarca (0.79)

Dá para ver que os EUA, mesmo com toda propaganda, não está tão bem assim.

Foram pesquisados 75 países e os dados foram classificados de acordo com atividade das comunidades, suporte governamental, legislação, número de usuários registrados de OSS, crescimento da internet e até mesmo o número de propostas apresentadas para o Google Summer Of Code.

Você pode ver um mapa interativo com os resultados ou ler um sumario da pesquisa (em inglês).  Os dados da pesquisa e outras informações podem ser encontradas no rodapé da página do mapa. Merece um estudo cuidadoso…

Redhat divulga relatório de potencial para o Código Livre by

2 thoughts on “Redhat divulga relatório de potencial para o Código Livre

Deixe uma resposta